Tektónica premiou os melhores da construção em Portugal

0

O setor da construção em Portugal esteve, como é habitual, em destaque na mais recente edição da Tektónica (Feira Internacional de Construção e Obras Públicas), decorrida entre 6 e 9 de maio. Para além de ser uma montra do que de melhor se faz no setor, o evento foi ainda rico em apresentações, conferências e prémios. Conheça aqui os galardoados deste ano.

Seis galardões distinguiram, no dia 8 de maio, as empresas e personalidades que mais se destacaram no setor da construção no último ano. Tratou-se de mais uma edição de prémios da Tektónica – Feira Internacional de Construção e Obras Públicas, que visam a distinção de projetos inovadores, formação profissional e estratégias de internacionalização.

O Prémio Inovação deste ano foi atribuído à empresa Revigrés, pelo produto Revisense, considerado “um sistema inovador de revestimento cerâmico” através da incorporação de um sensor não visível. Não obstante, o júri atribuiu ainda duas menções honrosas ao produto Thermocer, do Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro, e ao Gencork da Sofalca. O primeiro diz respeito a uma gama de produtos de revestimento e pavimento cerâmico inteligentes. Já o Gencork consiste numa melhoria do aglomerado de cortiça expandida, “agora transformado, segundo novos princípios de fabricação digital”.

Em paralelo, o prémio “Portugal Constrói uma Identidade” permitiu distinguir empresas que contribuíram para a afirmação de uma “identidade portuguesa” no setor da construção. Divididos entre “área de conhecimento” e “área de competências”, os galardões foram atribuídos à Sanindusa (Conhecimento), Argex/Gyptec (Engenho), Secil (Investigação), WEGeuro e A Cimenteira do Louro (Plataformas), MDH (Mobilidade), Granitrans (Logístico), Fabistone e Utilzás (Ativos) e Inarel (Talento).

A Câmara de Comércio Luso-Colombiana e a Confederação Empresarial da CPLP receberam o prémio Internacionalização Tektónica. Por outro lado, e no que concerne ao Prémio Academia Tektónica, a distinção foi para seis entidades: AECOPS – Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas, CENFIC – Centro de Formação Profissional da Indústria da Construção Civil e Obras Públicas do Sul, ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, Donauer Solar Systems, Gyptec Ibérica e Landlab.

Por fim, as duas personalidades distinguidas no certame foram António Reis (Prémio Tektónica Engenharia) e Raúl Hestnes Ferreira (Prémio Tektónica Arquitetura).

Fonte: Edifícios e Energia

Aumente a eficiência das máquinas nas suas obras com a tecnologia de localização.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply