Teixeira Duarte: Angola motiva despedimentos

0

A Teixeira Duarte está a encolher a sua estrutura laboral, pois só no primeiro trimestre de 2016 registou uma redução de cerca de 11,4% do número de trabalhadores face a igual período do ano passado.

No fim de março de 2015, a Teixeira Duarte contava com 13.548. Isto é, nos últimos 12 meses cortou 1500 empregos nas várias geografias em que opera. Mas, o grosso dos despedimentos ocorreu já este ano.

Se a comparação for feita com o fim do exercício de 2015, a redução foi de 1300 salários. No fim de 2015, a folha salarial da Teixeira Duarte incorporava 13.359 empregados, uma subida ligeira face ao ano anterior (13.261).

Angola já não ajuda

Com o fim do túnel do Marão, uma boa parte dos postos de trabalho foi subtraída no setor, que nos últimos anos tem vivido sobretudo de projetos internacionais, oriundos principalmente do mercado angolano.

Mas Angola, como muito bem se sabe, já não é o que era. A receita em Angola está a cair 38%, passando de 194 milhões de euros para 120 milhões no 1º trimestre.

Dos principais mercados, a Argélia é o único que prospera (+6%). A Venezuela é o mercado que sofre uma redução mais acentuada (- 54%), mas a produção já esteva em queda acelerada, ajustada ao ritmo dos pagamentos.

Fonte: Expresso (adaptado) | Fonte (imagem): Jornal de Negócios

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply