Soares da Costa: Comissão de Trabalhadores quer intervenção do Governo

0

A Comissão de Trabalhadores da Soares da Costa apelou à intervenção do Governo junto da administração da construtora. O objetivo? Facilitar o processo de pagamento dos vários meses de salários em atraso. Sucedem-se os protestos e as reuniões com a administração.

José Martins, coordenador da Comissão de Trabalhadores da empresa, revela “Dissemos da nossa indignação e apelámos ao Governo para que intervenha junto da empresa. Há aqui boas intenções de contacto com outros ministérios que também estão envolvidos neste problema, ficou aqui a premissa que vão entrar em contacto junto dos seus colegas ainda hoje para apurar a questão”.

Governo mostrou preocupação com a destruição do emprego

A reunião com o membro do gabinete do Ministro da Economia, Caldeira Cabral, revelou preocupações do Governo relativamente à destruição do emprego “O que dizem é que estão preocupados com tudo o que tem a ver com a destruição de emprego. Aqui, o que está em causa é a destruição de emprego. Nesse sentido, vão apurar junto da administração e dar-nos-ão conta do que está a ser feito”, refere José Martins.

De recordar que este processo se arrasta há vários meses. Os trabalhadores da Soares da Costa têm vários meses de salários em atraso. Os trabalhadores a operar em Portugal, na sua maioria, têm cinco meses de salários em atraso. Já os trabalhadores em Angola não recebem há aproximadamente oito meses.

Fonte: Negócios (adaptado)

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras. 

Roubo de combustível: quanto custa à sua empresa?

Dependendo da tipologia de veículo e da respectiva capacidade dos depósitos, um único roubo de combustível pode representar para a empresa um prejuízo que pode ir desde algumas dezenas de euros até…
Leer Mais »

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply