Portugal é o 4.º país que mais mão de obra faculta ao setor da construção na Bélgica

0

Nos últimos sete anos a quantidade de trabalhadores estrangeiros a laborar no setor da construção belga cresceu mais de 300%. A conclusão é da segurança social do país flamengo, que publicou recentemente várias informações de relevo sobre o assunto. Entre elas a de que os países da periferia começam a ter bastante influência na constituição da população estrangeira – sendo que neste caso concreto são Portugal e Polónia as nações que nos últimos sete anos mais contribuíram para dotar a construção belga de novos trabalhadores.

Portugal está em quarto lugar na tabela dos dez países que mais mão de obra fornece para o setor da construção na Bélgica, segundo dados oficiais.

Segundo dados da segurança social belga (ONSS), entre 2007 e 2014, foram destacados para a Bélgica 24.036 trabalhadores portugueses da construção civil, o que coloca Portugal no quarto lugar de uma tabela liderada pela Holanda (62.586), seguindo-se a Polónia (43.418) e a Alemanha (26.728).

França está no quinto lugar, com 14.178 trabalhadores destacados no período em causa, seguindo-se a Roménia (13.629), o Luxemburgo (10.622), a Hungria (9.909), a Eslovénia (6.471) e a Bulgária (5.766).

Segundo os dados da ONSS, o número total de trabalhadores estrangeiros no setor aumentou 322,22% entre 2007 (23.962) e 2014 (101.172), sendo que estes dados só contemplam os que estão legalizados e são trabalhadores por contra de outrem.

Os números da ONSS não distinguem entre trabalhadores de curto e de longo prazo e mostram que os países da periferia, como a Polónia e Portugal, começam a ganhar peso em relação aos vizinhos da Bélgica.

Por: Agência Lusa | Fonte: Observador | Fonte (imagem): AFP/Getty Images

Share.
Saiba mais sobre:   Internacional

Leave A Reply