Odebrecht junta-se às construtoras a concorrer pelo terminal de contentores do porto de Lisboa (Barreiro)

0

O grupo brasileiro Odebrecht quer fortalecer a sua presença em solo português com concessões portuárias e ferroviárias e vai concorrer ao projeto de construção do terminal de contentores do porto de Lisboa, que o Governo considera situar no Barreiro. A informação é avançada pelo Diário Económico, que falou com o diretor da construtora para Portugal, Líbia e Emirados Árabes Unidos, Fábio Januário.

Januário assume que a Odebrecht tem “interesse em participar em todas as infraestruturas que tenham relevo económico para o País” e considera o setor portuário de “vital importância” para a construtora. “O projeto do terminal de contentores do Barreiro é o principal target do nosso projeto de consolidação da atividade do grupo em Portugal”, explica o diretor.

O alto responsável esclarece que, para lá do Barreiro, há em Portugal outras oportunidades no âmbito do setor portuário que o grupo planeia aproveitar mediante a participação em concursos de concessão para terminais que possam vir a existir. Leixões e Sines são as eventuais concessões que atualmente têm mais força “no radar” da Odebrecht Portugal.

Também o setor ferroviário está na mira da construtora, tanto na vertente da construção, como na da modernização de linhas existentes, projetos que constam no PETI (Plano Estratégico de Transportes e Infraestruturas, aprovado pelo atual Executivo), como também na das concessões que poderão vir a ser atribuídas a operadores privados (por exemplo linhas e serviços cuja exploração é atualmente um exclusivo da CP).

Quanto à atividade na Líbia e Emirados Árabes Unidos, que é coordenada pela Odebrecht Portugal, o diretor adianta que os planos atuais são de cessar a presença no primeiro país, devido à atual conjuntura e insegurança. Quanto aos países do Golfo Pérsico diz o Diário Económico que “a Odebrecht Portugal coordena neste momento um mega-contrato para uma estação de tratamento de esgotos em Abu Dhabi e perspetiva novos negócios nesse mercado e noutros países limítrofes como o Dubai.”

Proteja as suas máquinas nas diferentes obras com a ajuda da geolocalização.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply