“Nenhum país cresce se deixar colapsar setor da construção”, diz António Costa

0

O secretário-geral do PS António Costa chamou hoje a atenção para o setor da construção português no âmbito de um evento organizado pela revista Vida Imobiliária. Defendendo o caráter vital da construção para a economia, pronunciou-se ainda sobre a necessidade de garantir que esta se mantém de boa saúde.

Costa defende que é preciso aumentar a confiança do mercado imobiliário.

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou nesta terça-feira que o setor da construção é “vital” para o crescimento económico e defendeu que é necessário um amplo consenso nacional em torno do objetivo da reabilitação urbana.

Estas posições foram preconizadas pelo líder socialista no início de um almoço promovido pela revista Vida Imobiliária, que juntou dezenas de representantes deste setor.

António Costa sustentou que nenhum país pode crescer “deixando colapsar o setor da construção civil, que perdeu, desde 2008, 37 mil empresas e 260 mil trabalhadores, e apostando exclusivamente nos bens transacionáveis”.

“Relançar o setor da construção é vital para a economia”, advogou, antes de referir que a crise financeira mundial de 2008 teve também o efeito de alterar o paradigma do setor.

“Há agora menos casa própria e mais mercado de arrendamento, menos construção nova e mais reabilitação e densificação dos centros urbanos. Estamos perante um novo paradigma positivo com prioridade à reabilitação urbana”, defendeu.

Neste ponto, António Costa advogou que é preciso aumentar a confiança do mercado imobiliário e a existência de um grande consenso nacional em torno da aposta na reabilitação.

Fonte: Público

Disponíveis em Portugal e em mais de 20 países europeus, conheça aqui as melhores soluções de localização para as suas máquinas.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply