Mota-Engil considerada “Construtora do Ano” com críticas ao desinvestimento no setor

0

A Mota-Engil foi considerada a “Construtora do Ano” nos prémios Construir 2015, numa cerimónia que distinguiria ainda o edifício da Sede da EDP em Lisboa, construído pela construtora, com o prémio de “Melhor Projeto Público”.

No momento de receber o prémio Mário Barros, em representação da Mota-Engil, agradeceu a distinção, sem deixar de frisar o difícil momento por que passa o setor e as construtoras, destacando a capacidade de resistência da empresa.

“ O desafio de manter os níveis de faturação em Portugal é titânico. Enquanto não houver plano estratégico para o setor, com um entendimento claro da sua importância na economia nacional, tudo permanecerá igual.” declarou Mário Barros.

No seguimento desta afirmação, o representante da Mota-Engil abordou as dificuldades um impostas pelo desinvestimento nas obras em Portugal, no ano em que o valor dos contratos públicos caiu cerca de 37%, de acordo com dados da Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços.

A Mota‑Engil Angola terminou recentemente os trabalhos de execução das obras de reparação superficial e melhoramento dos arruamentos da cidade de Luanda.

O âmbito dos trabalhos incidiu em 48 ruas selecionadas e compreendeu a reparação e reposição do pavimento, reparação de passeios, pintura de lancis, sinalização vertical e horizontal.

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply