Mota-Engil: América fascina e África desilude

0

A crescer na América Latina, a construtora Mota-Engil sentiu uma quebra na sua atividade no continente africano, abandonando o estatuto de principal mercado da empresa devido à redução no volume de negócios.

Enquanto na América Latina a empresa cresceu 30%, tendo conquistado mais três mercados, em África a situação é bastante distinta, tendo a Mota-Engil registado uma quebra de 21% no seu volume de negócios.

A construtora passou de um volume de negócios de 1.602 milhões por ano para 835, de acordo com os resultados divulgados na passada segunda-feira.

Fonte: Jornal de Negócios | Fonte (imagem): Público

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

Share.
Saiba mais sobre:   Internacional

Leave A Reply