Moçambique: Mota-Engil tenta concurso por linha férrea

0

A Mota-Engil está na corrida para a construção de uma linha férrea que irá ligar a região mineira de Moatize ao porto de Macuse, em Moçambique. A empresa portuguesa enfrenta neste momento outras seis empresas.

A linha Moatize-Macuse terá entre 480 e 500 quilómetros de extensão, estando no entanto em curso negociações com o governo moçambicano visando o acréscimo de mais 120 quilómetros, para permitir o acesso a algumas concessões carboníferas existentes em Tete, que atualmente não estão ligadas à rede de caminhos-de-ferro.

O projecto é detido em cerca de 60% pela Italian Thai Developement Company Limited, da Tailândia, 20% pela estatal Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique e os restantes 20% pelo Corredor do Desenvolvimento Integrado do Zambeze (Codiza).

O período de candidaturas termina na próxima sexta-feira, até ao momento estão a concurso duas empresas chinesas, duas turcas, uma do Brasil e outra da Coreia do Sul, que competem diretamente com a Mota-Engil.

Fonte: Transportes & Negócios

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

Share.
Saiba mais sobre:   Legislação e Concursos

Leave A Reply