Luxemburgo: Dois trabalhadores portugueses morreram

0

No espaço de uma semana, dois portugueses morreram em estaleiros de construção no Luxemburgo, sendo ambos geridos pelo mesmo empresário de nacionalidade portuguesa. Este caso está a ser investigado pela Inspeção do Trabalho luxemburguesa (ITM, na sigla em francês).

Um dos emigrantes, de 39 anos, terá morrido soterrado por um desabamento de terra e betão, quando se encontrava a trabalhar numa obra pública na capital luxemburguesa, na passada segunda-feira.

Este trabalhador estava ao serviço da sociedade de construção luxemburguesa Cialux, que é propriedade do mesmo empresário responsável pela empresa de estucagem Plafa, onde uma semana antes a queda de um andaime numa obra em Syren, no sul do Luxemburgo, vitimou outro emigrante, de 55 anos.

Em declarações ao semanário local Contacto, o gerente das duas sociedades de construção em que se registaram os acidentes mortais, José Cardoso, garantiu que as empresas “respeitam as regras de segurança” no setor.

Este é o terceiro acidente de trabalho com vítimas mortais em obras no Luxemburgo desde o início do ano, um número que já igualou o total de mortes registadas no setor em 2015, segundo dados da Segurança Social luxemburguesa.

Fonte: Jornal de Notícias

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

Share.
Saiba mais sobre:   Internacional

Leave A Reply