Grupo TCS investe 15 milhões e instala fábrica em Viseu

0

O TCS é um grupo empresarial que trabalha no ramo da construção, no desenvolvimento de tecnologias e materiais inovadores, e quer fundar em Viseu uma unidade industrial. Radicado em Espanha e no Brasil, o Grupo TCS prevê que a criação desta fábrica, situada no Parque Industrial do Mundão, gere, numa fase inicial, 50 postos de trabalho.

Dedicado às tecnologias e produtos inovadores de construção civil, o grupo celebrou hoje com a Câmara de Viseu o memorando de entendimento para a construção da nova unidade, que ficará instalada no Parque Industrial do Mundão.

O presidente do grupo, João Araújo, referiu que a unidade criará “50 postos de trabalho locais numa primeira fase”, um número que será depois aumentado devido aos contratos que estão a ser negociados, podendo vir a funcionar com dois ou até três turnos.

João Araújo explicou que pretende que a mão de obra seja toda local e pediu ajuda à Câmara de Viseu para fazer a ponte com o meio académico, onde deverá recrutar quadros superiores.

O responsável explicou que a tecnologia TCS Construction System permite construir rapidamente casas, escolas e espaços comerciais, com vantagens ao nível do isolamento térmico e acústico.

“É extremamente simples de montar, extremamente leve e não é necessário ter no terreno uma equipa muito especializada”, garantiu.

João Araújo admitiu que inicialmente este investimento não estava previsto para Portugal, mas que a localização estratégica, a proximidade aos portos e as vantagens municipais motivaram a decisão de apostar em Viseu.

A produção da unidade vai ser praticamente toda destinada à exportação. Atualmente, o grupo vende e aplica os seus materiais em vários mercados de África e da América do Sul.

O presidente da Câmara de Viseu, Almeida Henriques, referiu que o município venderá, “sem saldos loucos ou promoções antecipadas”, os dois lotes de solo industrial infraestruturado de que dispõe no Parque Industrial do Mundão.

“No acordo que fechámos, o município de Viseu garante o acesso da TCS ao regime de incentivos diretos ao investimento do Viseu Investe, de forma transparente e proporcional”, frisou.

Desta forma, “será compensado o investidor do valor de impostos municipais pagos, em função do volume de investimento gerado, dos postos de trabalho gerados e do tempo de implementação do seu projeto”, acrescentou.

Na sua opinião, este investimento “confirma a atratividade da cidade-região e dos seus recursos humanos para investimentos externos”.

Como a TCS opera em mercados onde outras empresas de Viseu têm interesses potenciais, o autarca considerou que este poderá vir a ser “não um investimento pontual e fechado em si mesmo, mas um investimento estratégico para o crescimento e emprego em Viseu” e para a internacionalização.

A empresa opera no segmento da construção civil não pré-fabricada e, para as suas soluções construtivas, utiliza painéis de Poliestireno Expandido de alta densidade e elementos de plástico.

Por: LUSA | Fonte: Jornal de Negócios

Otimize a gestão das suas máquinas nas diferentes obras e vigie a sua atividade. Saiba mais.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply