Foi inaugurado o “novo” Canal do Panamá

0

Inaugurado em 1914, projeto de ampliação iniciado em 2007 e com obras concluídas em 2016, está pronto o ampliado Canal do Panamá, que teve um orçamento inicial de 5,25 mil milhões de dólares (cerca de 4,74 mil milhões de euros).

A ampliação do Canal do Panamá teve como principal objetivo aumentar a “capacidade de transporte” do canal, que agora conseguirá transportar até 13 mil contentores, três vezes mais do que até agora.

O projeto consistiu na criação de um novo carril de tráfego, que percorre o canal através da construção de dois novos jogos de eclusas.

Por aqui passa cerca de seis por cento do comércio mundial, sendo necessário aumentar a competitividade do canal à medida que surgem novas potências e o comércio internacional se intensifica e diversifica.

Está pronto o ampliado Canal do Panamá, que teve um orçamento inicial de 5,25 mil milhões de dólares (cerca de 4,74 mil milhões de euros).

O alargamento permite a passagem diária de meia centena de navios, sendo que o primeiro a atravessar o canal foi o cargueiro chinês Cosco, selecionado por sorteio.

São 80 quilómetros que ligam os oceanos Pacífico e Atlântico. A obra, no entanto, foi tudo menos pacífica.

Veja o vídeo com a evolução dos trabalhos

Problemas na construção

A obra foi entregue á Autoridade do Canal do Panamá com cerca de dois anos de atraso relativamente ao prazo contratualmente estipulado. O principal empreiteiro deste projeto foi o Grupo Unidos por el Canal (liderado pelo grupo espanhol Sacyr Vallehermoso), que agora reclama 3 mil milhões de dólares de sobrecustos.

Porto de Sines espera maior afluência de navios

O presidente do Porto de Sines, João Franco, revela que a abertura do canal do Panamá poderá trazer maior afluência ao porto de Sines, estimando um acréscimo no tráfego anual na ordem dos 200 navios.

Fonte: Construir e Correio da Manhã

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

Share.
Saiba mais sobre:   Internacional

Leave A Reply