Construtoras não pagam e contas do Montepio afundam

0

Segundo escreve o Correio da Manhã, um dos principais motivos para os prejuízos do banco Montepio em 2015, está relacionado com o não cumprimento dos créditos concedidos pelo banco a várias empresas de construção civil.

Os créditos que deixaram de ser pagos contribuíram para os resultados negativos do banco Montepio, cifrados em 243,4 milhões de euros em 2015.

As imparidades (empréstimos não pagos) caíram 51%, mas mesmo assim somaram 258 milhões de euros, segundo escreve o Correio da Manhã, dando nota de que o rácio de crédito em risco subiu para os 14,3% – uma evolução que o banco explica pelas dívidas dos seus 20 maiores clientes.

Fonte: Idealista News

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply