Construção de casas novas caiu mais de 50% em 2014

0

Os números são expressivos e não deixam dúvidas quanto ao sufoco que o setor da construção português tem sentido. Segundo a informação avançada no estudo Setores Portugal ‘Sociedades Imobiliárias’, de 2013 para 2014 a construção de casas novas teve uma queda de 54%.

No ano passado, o número de fogos concluídos em construções novas em Portugal situou-se abaixo dos 9.500, o que representa uma queda de 54% face a 2013 e de 92% face a 2012. Em causa estão dados que constam no estudo Setores Portugal ‘Sociedades Imobiliárias’, da empresa Informa D&B.

Segundo a Lusa, que se apoia no referido estudo, o excesso de oferta no mercado residencial e a reduzida procura, em consequência do elevado endividamento das famílias e da taxa de desemprego, são duas das razões que continuam a limitar a evolução da atividade no mercado imobiliário português.

No que diz respeito aos fogos licenciados em construções novas para habitação, o número também diminuiu no ano passado (8%) face a 2013, para cerca de 6.800 fogos licenciados.

O estudo permitiu ainda concluir que em 2013 existiam mais de 16.200 empresas dedicadas à compra e venda de bens imobiliários, 37% das quais na zona de Lisboa e 34% das quais na zona Norte do país.

Fonte: Idealista | Fonte (imagem): Freeimages.com / Edmondo Dantes

Otimize a produtividade das suas máquinas vigiando a sua atividade.

Share.
Saiba mais sobre:   Nacional

Leave A Reply