Construção : 80 mil portugueses há meses sem receber em Angola

0

Ao que parece Angola já não é o “El Dorado” para os trabalhadores portugueses na construção civil, pois são cerca de 80 mil os portugueses desse sector com vários meses de salário em atraso. Alguns destes trabalhadores, prolongam a sua situação por não terem capacidade de pagar o ingresso de avião para Portugal, avança o Jornal de Notícias.

O diário cita o presidente do Sindicato da Construção Civil, Albano Ribeiro, que refere que dos cerca de 200 mil trabalhadores portugueses que trabalham na construção, “40% têm entre dois e seis meses de salários em atraso”.

Segundo dados da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI), Portugal é o segundo país com maior presença no sector da construção africano, sendo que, dos 5,3 mil milhões de euros de facturação no mercado internacional, dois mil milhões vêm de Angola.

Albano Ribeiro adianta que o sindicato já tem recebido pedidos de ajuda de famílias com dificuldades financeiras e que “há muitos trabalhadores que querem regressara Portugal e nem dinheiro para o avião têm”. O responsável diz também que muitos voltarão a casa no Natal e já não devem regressar.

A Soares da Costa é, segundo o Jornal de Notícias, uma das empresas afectadas: têm dois ou três ordenados em atraso e 400 trabalhadores em Portugal que estão em casa

Fonte: Diário Económico

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

 

Share.
Saiba mais sobre:   Internacional

Leave A Reply