Caterpillar poderá cortar 10 mil postos de trabalho até 2018

0

A fabricante de máquinas Caterpillar (também conhecida pela abreviatura CAT) avançou ontem que pretende cortar 5 mil postos de trabalho até ao final de 2016, por forma a economizar 1,5 mil milhões de dólares (cerca de 1,3 mil milhões de euros) por ano. Mas o corte não ficará por aí, podendo o número de despedimentos dobrar até 2018…

Inserido num plano de reestruturação da empresa, que em 2015 viu a sua receita diminuir pelo quarto ano consecutivo, o corte de empregos anunciado afetará trabalhadores de vinte fábricas da Caterpillar. Porém, segundo a informação avançada pela cadeia norte-americana CNBC, os planos da empresa são de reduzir um total de 10 mil postos de trabalho até 2018.

A notícia foi dada ontem à tarde em comunicado, depois de as receitas da empresa terem sido revistas em baixa – a CAT havia previsto inicialmente encaixar 49 mil milhões de dólares (43,4 mil milhões de euros) este ano, mas a expetativa atual decresceu em 5 mil milhões de dólares.

Segundo dados da Thomson Reuters, no final do ano passado a Caterpillar contabilizava 114.233 empregados.

O CEO da Caterpillar, Doug Oberhelman, utilizou o comunicado anunciando o despedimento de 5 mil colaboradores para explicar que o contexto e mercado atuais estão na base da necessidade de tomar esta drástica medida:

“Estamos a enfrentar uma convergência de condições de mercado adversas em regiões e setores importantes, nomeadamente na indústria mineira e na energia.”

E acrescentou:

“Não tomamos a decisão de ânimo leve, mas estou confiante que estas medidas adicionais vão possibilitar à Caterpillar apresentar resultados sólidos quando a procura aumentar.”

Fonte (imagem): Caterpillar

Não deixe as suas máquinas e pesados desprotegidos. Saiba mais.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply