Afinal Reabilitação Urbana não receberá 1.400 milhões mas sim menos de metade

0

Ao contrário daquilo que foi anunciado pelo primeiro-ministro, António Costa, as verbas oriundas do Fundo de Estabilização Financeira da Segurança Social (FEFSS) e destinadas à reabilitação urbana, não serão de 1.400 milhões de euros mas sim de 500 milhões.

O esclarecimento foi dado pelo ministro do Trabalho, Vieira da Silva, no decorrer de um debate na Assembleia da República, a propósito da sustentabilidade da Segurança Social e do FEFSS.

Segundo Vieira da Silva, o valor erradamente anunciado pelo primeiro-ministro, correspondia ao “valor máximo do FEFSS que pode ser mobilizado para investimentos imobiliários”, e não aquele que será efetivamente aplicado.

Inicialmente, o Governo pretendia canalizar 1.400 milhões de euros do FEFSS, correspondentes a 10% do montante total do Fundo, para um fundo de reabilitação urbana, mas este valor foi revisto e, de acordo com o montante inscrito no Programa Nacional de Reformas (PNR), o montante destinado à reabilitação urbana é agora de 500 milhões de euros.

Fonte: Construir (adaptado) | Fonte (imagem): Público

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply