AEP: Angola continua a ser atrativa e “não faz sentido desistir”

0

Para a Associação Empresarial de Portugal (AEP), defende que não faz sentido desistir do investimento em Angola, apesar da adversa situação deste país ““Angola continua a ser uma prioridade para centenas de PME [Pequenas e Médias Empresas] portuguesas que nos últimos anos iniciaram por aquele país de língua portuguesa o seu processo de internacionalização”.

Os casos de saída massiva de trabalhadores portugueses de Angola, por incumprimentos salariais, não parecem justificar um abandono da aposta neste país. A ideia é defendida por Paulo Nunes de Almeida, presidente da AEP, apesar de atravessar uma “conjuntura económica de menor fulgor económico”, Angola “continua a ter um PIB [Produto Interno Bruto] a crescer” e apresenta “oportunidades para as empresas portuguesas em quase todos os sectores”

É que, destaca, Angola tem desde há sete meses em vigor uma nova lei do investimento privado no âmbito da qual “vem apostando na captação de investidores e parceiros estrangeiros para as empresas angolanas, uma das tarefas prioritárias da recém-criada APIEX – Agência para a Promoção do Investimento e Exportações de Angola”.

“Além destas medidas, o Governo do presidente José Eduardo dos Santos está a introduzir várias reformas na estrutura económica do país e lançou, em Outubro passado, o projecto Luanda 2030 — Cidade Inovadora, no âmbito da execução do Plano Director Geral Metropolitano de Luanda, que prevê dotar a capital angolana de condições para acolher 12,9 milhões de habitantes em 2030”, sustenta.

Fonte: Construir

Controle, em pormenor, a atividade das suas máquinas e pesados nas diferentes obras.

Share.
Saiba mais sobre:   Atualidade

Leave A Reply